Cinco habilidades de um lutador que todo empreendedor deve desenvolver

Lutar e empreender tem o mesmo princípio, é preciso preparação, estratégia e manutenção. Nas duas áreas é muito sobre enfrentar o seu principal adversário: você mesmo
Estou inserido no universo da luta desde a infância. Já fui campeão de uma das categorias mais disputadas do UFC, e no último ano voltei aos octógonos e às vitórias. Há mais de uma década iniciei meu primeiro projeto como empreendedor: uma academia em sociedade com meu pai e irmãos, em Belém do Pará. Há um ano decidi dar um passo além no mundo dos negócios e abrir uma academia com uma metodologia inovadora no exterior. É com o olhar desses dois paralelos, que sempre estiveram próximos na minha trajetória, que eu digo: lutar e empreender tem o mesmo princípio. Nos dois cenários é preciso ter uma preparação adequada, a estratégia correta, e fazer uma manutenção constante das suas habilidades e do que é preciso desenvolver.

Acredito que tanto na luta quanto no empreendedorismo é preciso ser humilde e entender que vamos enfrentar sempre o nosso principal adversário: nós mesmos. A convite do Adminitradores.com, listei as cinco principais habilidades que trago dos octógonos e podem fazer a diferença no jogo dos negócios. Espero que te ajude na sua luta diária: 
· Preparar-se para o melhor do seu adversário: na luta não tem combate ganho. Quando subimos no octógono, são dois atletas de ponta buscando o mesmo resultado: vencer! Por isso a preparação que você fez para esse momento conta muito e eu sempre me preparo para encontrar o meu adversário em sua melhor versão. Quando estou no período de preparação para uma luta, que chamamos no segmento de camp, sempre tenho em mente que que, assim como eu, meu adversário também está buscando a melhor estratégia para se sobrepor no jogo, que ele está fazendo a melhor preparação física e técnica para o combate e que estará no seu melhor momento no dia da luta. Esse olhar faz com que eu e minha equipe tenhamos uma atenção redobrada para todos os detalhes que envolvem uma luta, que façamos um planejamento detalhado dos treinos, e que tracemos uma estratégia para minimizar meus pontos fracos para que, nos momentos de maior desgaste, possamos ir um pouco além. 
O empreendedor também deve se preparar para a melhor versão do seu segmento. Ainda que concorrentes tenham falhas, se ele se planejar para o cenário mais exigente com toda certeza vai tornar o caminho para o sucesso mais fácil. 
· Escolher o time de especialistas correto: um lutador nunca vai para um combate sozinho: ele na verdade representa um time de profissionais que trabalhou para que aquele momento acontecesse. Os lutadores sabem que precisam de suporte especializado para estar bem preparado para lutar e por isso, são humildes em recorrer a especialistas nas áreas que não dominam. Vejo muitos empreendedores deixando resultados escapar por não se cercarem de pessoas que tem a melhor habilidade em sua área. 
Um lutador também sabe que para fazer uma boa preparação – que dura cerca de três meses – ele precisa um grupo coeso e que faça sentido, balanceando as necessidades que ele possui. Eu, por exemplo, mantenho no meu camp o treinamento com o meu pai, que foi meu primeiro mestre na luta e que faz conservar as características do karatê, minha luta mãe, mas busco o auxílio de profissionais que vão me trazer a visão de como mesclar as artes marciais e as exigências atuais do esporte. Além disso, tenho o suporte de um coach para a preparação mental, que é um dos fatores que mais podem desequilibrar no momento do desafio. Cada empreendedor precisa aprender a combinar essas forças para chegar ao melhor resultado. 

· Concentra-se no presente: tanto na luta quanto nos negócios é fundamental aprender a focar. No momento da luta, o seu pensamento e sua energia precisam estar direcionados para o presente, afastando as dificuldades que você já tenha enfrentado ou a expectativa pelo desafio que vem pela frente. Para isso, é preciso se preparar todos os dias, e nesse ponto coloco como fundamental que se mantenha o corpo e a cabeça sempre treinados para ter autoconfiança e clareza na hora dos desafios. Na minha academia em Los Angeles fazemos um trabalho especial com esse foco, fazendo com que aos nossos alunos aprendam como usar as habilidades das artes marciais no dia a dia.
Medito diariamente há muitos anos. Isso faz parte do meu ritual matinal e acredito que essa é uma chave de mudança valiosa, quando você treina a sua mente para lidar com as dispersões e se manter focado em um único ponto, você desenvolve uma habilidade valiosa para usar nos momentos de tomada de decisões.
· Encarar as derrotas como aprendizado – todo atleta sabe que a derrota faz parte do esporte. Em uma luta, não tem como você não admitir a derrota: ela está exposta para todo o público. Nós nos preparamos e damos literalmente o suor, e muitas vezes o sangue, para que ela não esteja presente em nossa rotina, e para que não sejamos nós a ficar com a mão abaixada no octógono. Para isso, aprendemos a lidar com os sentimentos que envolvem a derrota, buscamos aprender com o revés e melhorar para o próximo desafio. 
Vejo que muitos empreendedores falham nesse processo: eles negam as derrotas do dia a dia e não lidam com ela. E eu vejo que no mundo dos negócios, quanto mais você demora para admitir uma derrota, mais você perde um tempo precioso de aprendizado e de ajuste para que as coisas sejam diferentes no próximo dia e no próximo desafio. 
· Descansar depois da luta – um atleta sabe que precisa de um tempo depois de uma luta, para celebrar seu êxito ou aprender com a sua perda, para descansar o corpo e a mente que foram exigidos ao máximo. O empreendedor muitas vezes não se permite isso.
Nós atletas temos uma rotina que separa os momentos de camp, ou seja, preparação para um combate já agendado, e os momentos off, nos quais estamos fazendo a manutenção da nossa condição física, técnica e emocional. Nos negócios, não é possível dividir dessa maneira, mas é absolutamente possível e necessário escolher as lutas que vamos enfrentar: só assim podemos nos preparar para elas e depois colher os resultados. Meu conselho é para que você crie metas por etapa e vá cumprindo cada uma delas, sempre colocando em prática!
Lyoto Machida — Lutador brasileiro de MMA e empresário.

Fonte : http://www.administradores.com.br

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Frase

"Talvez não tenhamos conseguido fazer o melhor, mas lutamos para que o melhor fosse feito, não somos o que deveríamos ser, não somos o que iremos ser, mas graças a Deus não somos o que éramos."

- Martin Luther King

Cidades Atendidas

Pedido de Coleta

Pedido de Coleta
AVISO : Pedidos de Coleta está cancelado (Levar Mercadoria até Filial SP)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *